“Love Theme from Kiss”, escrito pelos quatro integrantes da banda e incluída em teu álbum de estréia. Destroyer, o músico propôs-se como objetivo somar uma de suas composições. Durante uma viagem de limusine, Cada um cantou uma versão acelerada do cenário “Beck” para o baixista Gene Simmons e Paul Stanley, sabedor de que não estariam interessados em acrescentar uma balada no álbum. Seus 2 companheiros lhe avisaram que a cantasse o produtor Bob Ezrin, que concordou em gravá-la e alegou-lhe que seria um sucesso. Ao longo da sua estadia em Chelsea, Criss e o guitarrista do grupo, Stan Penridge, resolveram gravar uma canção burlona a respeito da esposa de seu amigo Mike Brand, Becky.

Posteriormente, o banco admitiu que escreveu a música para tua primeira mulher, Lydia. Criss ilustrou-a a Bob Ezrin, que decidiu incluí-lo pela Destroyer, uma vez que os outros assuntos de Kiss costumava tratar de sexo e de “Beck” era uma canção de amor com que todos se sentissem identificados”. Ezrin usou a melodia do tema Criss e Penridge, a respeito do qual realizou vários arranjos e escreveu a letra.

Ace Frehley observou que o autor desta modificação foi Ezrin, “pra que se parece menos andrógino”. De acordo com o ponto de visão de Lydia Criss foi ela quem propôs a mudança pra impossibilitar ambiguidade com Jeff Beck, uma vez que a Becky original tinha uma irmã gêmea chamada Beth. Peter talvez contribuiu com uma linha ou duas de letra, porém depois de ouvir a demo original de Penridge, está claro quem fez a música original”. Em 2014, durante uma entrevista para a Rolling Stone, Paul Stanley, o que coincidiu com o teu companheiro e comentou que a bateria somente contribuiu na composição de “Beth” e que foi Penridge o principal autor. O guitarrista acrescentou, ainda, que “Peter não teve nada que enxergar, por causa de, se você escreve um sucesso, você precisa ser capaz de escrever 2”.

  • Scott Ternan — Assistente de engenharia
  • Diz ser elas, e só elas, soldados para um universo mais fiel à terra
  • Oi Mireia, a sorte de a esquisita e a formosa da quiser
  • 3 Roxo em italiano

Criss em sua defesa mencionou que Stanley estava com ciúmes, por causa de “é o vocalista principal de um grupo que não compôs o maior sucesso. Este é o teu defeito. Eles odeiam o episódio de que fora eu o compositor de sucesso e que ganhou o People’s Choice”. Pela hora de gravar a faixa, o produtor levou ao estúdio A&R da Orquestra Filarmônica de Nova York e ao cantor Dick Wagner para que substituísse a Frehley.

de Acordo com Criss e Ace, o guitarrista não participou da gravação porque de imediato se havia comprometido a jogar às cartas com alguns amigos. Uma vez que a orquestra chegou ao estúdio, Ezrin sugeriu que seus 25 participantes vestiriam smokings falsos e que Qualquer um apareça no estúdio com o seu típico maquiagem para poder tomar novas fotografias. Por tua cota, o produtor colocar um chapéu de copa e tocou piano de cauda. Enfim, o baterista gravou vocais nos estúdios Record Plant.

em Conexão à suporte, “Beth” inexistência de um só, em teu território, a seção de meio-oitava repete a introdução próximo ao refrão em um interlúdio orquestral. O som do violino e da viola, dirigidos pelo violoncelo, mudam a tonalidade de dó maior para a pequeno e, posteriormente, entram as trompetes, tubas, trombones e trompas, que acentuam o hook. Casablanca Records lançou “Beth” em agosto de 1976, como o quarto single do Destroyer. Neil Bogart, o presidente da gravadora, pediu ajuda ao promotor e dj Scott Shannon para que se dê a tua honesta opinião sobre qual das pistas de Destroyer era um sucesso potencial.